Páginas

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Razão

 Sempre soube que Jesus estava ali presente na Eucaristia, porque era o que a catequista, meus pais, os padres.. diziam.Hoje foi diferente eu senti que Deus o todo-poderoso o criador do universo Aquele que teceu a minha vida, escolheu a cor dos meus olhos, dos meus cabelos a família e os amigos que eu teria.Aquele que está no céu revestido de realeza, de honra, glória, majestade e é digno de todo louvor veio aqui para que eu pudesse admirar Sua beleza divina, é Deus e está aqui tão perto, ele quis estar aqui, ele precisou morrer numa cruz para estar comigo, mas pagou esse preço para que eu pudesse tê-lo dentro de mim.
Por: Juliana Costa


quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Belíssimo Esposo- Comunidade Católica Shalon

Beijo a Tua paixão que me liberta das minhas paixões
Beijo a Tua cruz que condena e esmaga o pecado em mim
Beijo Teus cravos, Tuas mãos que apagam o castigo do
mal
Beijo Tua ferida que curou a ferida do meu coração
Eu Te beijo Senhor e a Tua paixão é o Meu Tudo!
És Meu Tudo, Jesus
Amado de minh'alma

Oh Belíssimo Esposo!
Mais belo que todos os homens!
Santo, santo és Tu!
Belíssimo Esposo!
Esconde-me em Teu lado aberto!
Em Tua chaga de Amor... de Amor!

Beijo a lança que abriu a fonte do Amor imortal, a
fonte do Amor sem fim
Que pagou o que eu não poderia pagar
Beijo o Teu lado aberto jorrando rios de vida e de
paz
Fazendo brotar em mim
Um canto novo, um hino esponsal
Beijo Tuas vestes que esconderam minhas misérias
Vergonha não há
Me adornas com Amor!

Oh Belíssimo Esposo!
Mais belo que todos os homens!
Santo, santo és Tu!
Belíssimo Esposo!
Esconde-me em Teu lado aberto!
Em Tua chaga de amor, de amor!

Beijo os lençóis que envolveram o Teu corpo ferido de
Amor
E cobriram meu coração
Revestiram-me de realeza
Beijo o Teu Santo Sepulcro
Testemunha da Ressurreição
Quero ressuscitar também
E encerrar-me dentro de Ti
Quero em Ti mergulhar
E então renascer na Tua chaga criadora
Descansar a minh'alma em Teu coração!

Oh Belíssimo Esposo!
Mais belo que todos os homens!
Santo, santo és Tu!
Belíssimo Esposo!
Esconde-me em Teu lado aberto!
Em Tua chaga de amor, de amor!





segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Velhos Outonos Rosa de Saron

Vai ficar ou vai correr?
Vai salvar ou esquecer?
Eu só quero que me ame até o pôr do sol
Os dias passam, passam as horas

Tocando temas com um piano desafinado
Mais ou menos errado, mais ou menos parado
Sem sentido, um pouco ignorado
Gritos ecoam, selam memórias, marcam

Deus ainda chora, sempre rimos e o mundo esquece
O tempo da última prece
E ninguém aquece, ninguém acontece
Você sente na pele

Os dias estão frios, as noites estão quentes
Caminham num labirinto de vento
Vestindo pouco a pouco o esquecimento
Somos o que fazemos para mudar o que fomos

Mas se nada somos, virão apenas velhos outonos
Vai ficar ou vai correr?
Vai salvar ou esquecer?
Eu só quero que me ame até o pôr do sol

Uma lágrima no chão reagiu minha lentidão
Tocou meu coração, fiz o que precisava
Ele chorava e eu perguntava
É comida? É uma casa?
Mal a noite caía, ele dizia
'Se quiser fazer algo por mim
Faça um verso sereno

E que ele me leve
Não somente ate o céu, mas perto das estrelas?
Somos o que fazemos para mudar o que fomos

Vai ficar ou vai correr?
Vai salvar ou esquecer?
Eu só quero que me ame até o pôr do sol

Take care about tomorrow
You need someone to follow
Yeah, there's a happy end
Even at the end

I can trust you, I can see
I can try, I can feel it
'Cause tomorrow will be better
We must believe it